Você está aqui: Página Inicial Notícias Legislativo encaminha projeto para homenagear Mozart Victor Russomano
Ações do documento

Legislativo encaminha projeto para homenagear Mozart Victor Russomano

Legislativo encaminha projeto para homenagear Mozart Victor Russomano

Academia Pelotense de Letras trouxe sugestão da homenagem

 

 

     Um monumento em memória ao jurista, professor e escritor pelotense Mozart Victor Russomano, será a homenagem de Pelotas ao seu ilustre filho. Atendendo ao pedido da Academia Pelotense de Letras (APL), associação a qual Russomano da nome a uma das cadeiras, os vereadores Antonio Peres-Toninho (PSB) e o presidente do Legislativo Ademar Ornel (Dem) entregaram ao prefeito Eduardo Leite (PDB) o Projeto Lei que destaca a homenagem. Pela proposta o monumento deve ser edificado na Praça Coronel Pedro Osório, ou seu entorno.

     A iniciativa partiu dos membros da Academia, como reconhecimento a esse pelotense de destaque e de renome no cenário nacional e internacional. O monumento a Mozart Victor Russomano fortalecerá a identidade de Pelotas, onde atualmente residem seus familiares, vocacionada para arte e para cultura, sendo um exemplo as novas gerações.

     Na avaliação do prefeito trata-se de uma homenagem muito justa. “Eu julgo absolutamente meritória esta iniciativa e assim que chegar até nós começaremos a viabilizar o ponto de vista jurídico e financeiro”, disse. “É um importante reconhecimento ao trabalho e a pessoa do Dr. Mozart Victor Russomano, grande incentivador da primeira Feira do Livro de Pelotas”, acrescentou Loiva Hartmann, representante da Academia no encontro.

    “É sempre importante reconhecer e destacar os filhos de Pelotas que através de suas ações e conduta elevam o nome da cidade” avaliou Toninho. O presidente Ademar Ornel disse que o projeto entrará na pauta do Legislativo nos próximos dias, e assim que aprovado será encaminhado oficialmente ao Executivo.

 

Quem foi Mozart Victor Russomano

     Nascido em 5 de julho de 1922, em Pelotas, Mozart Victor Russomano foi um jurista e professor universitário jubilado de Direito do Trabalho e Seguridade Social das faculdades de direito da Universidade Federal de Pelotas e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, hoje integrada à UFPel. Também foi professor titular da Universidade de Brasília, de 1973 a 1982.

     Doutor em Direito do Trabalho pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, título que obteve em 1962, ocupou os cargos de ministro e presidente do Tribunal Superior do Trabalho. No ano de 1946 editou "A Sinfonia dos Pampas", um poema de 10 páginas narrando em prosa o cotidiano do povo gaúcho. Esta obra foi um ensaio literário herdado de seu pai Victor Russomano.

     Faleceu em Pelotas no dia 17 de outubro de 2010, no hospital Santa Casa de Misericórdia, por complicações decorrentes de um acidente vascular cerebral, aos 88 anos.

       Em 21 de junho de 2013, o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região inaugurou oficialmente as novas instalações do Fórum Trabalhista de Manaus, o qual, em homenagem, leva o nome de Mozart Victor Russomano.

Acompanhe nosso mandato pelas redes sociais:

Twitter: @ToninhoPeresPSB

Facebook/antonioperes40200

www.vereadortoninho.com.br

Michel Burkert, assessoria de imprensa

ANO DE 2017
O que você espera de 2017?

Votos: 875 Resultado
Mais enquetes
Agenda
« Maio 2017 »
Do Se Te Qu Qu Se Sa
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 

Ferramentas Pessoais